26 de janeiro de 2017

O que fazer durante uma crise de ansiedade?

Como as redes sociais conspiram para que alguns conteúdos cheguem até nós (malditos algoritmos), sempre pinta na minha timeline os mais diferentes posts sobre ansiedade. Eu leio praticamente tudo, mas não consigo entender porque sempre associam nós, ansiosos, a pessoas piradas ou extremamente infelizes.

O que mais se repete e o que mais me incomoda são as dicas de respiração, os exercícios de respiração e o insistente conselho: quando a crise de ansiedade chegar… inspire, respire e não pire!

90% do conteúdo disponível na internet nos ensina maneiras para acalmar, mas calma aí!

Será que precisamos APENAS nos acalmar?

Respire

Ok, durante um ataque de pânico, os dias de depressão profunda, uma noite de insônia terrível ou qualquer outro sintoma do transtorno de ansiedade, é necessário nos concentrar na respiração, tentar tirar nossa mente daquilo que nos causa o mal estar (técnicas de distração podem ser realmente úteis), mas isso vale para os picos de ansiedade!

Aprender tudo isso é ótimo e pode nos salvar, mas nem sempre. Às vezes precisamos de outra coisa…

Voltar a atenção para o nosso interior é a chave para a cura da ansiedade, mas se dentro de nós houver muita coisa acumulada, corremos o risco de nos perder ou nos afogar lá dentro.

Afogar - Laila Hallack

Por que ninguém nos lembra que extravasar é tão necessário quanto relaxar? Ou ainda: é o que vai nos permitir relaxar. Por isso, a primeira estratégia que adoto durante uma crise de ansiedade é:

  • GRITAR!

Psicose

O ideal é que seja um berro. Bem alto! Solte um palavrão. Um “Ahhhhhh!”. A escolha é sua. Só não deixe de expressar aquele grito represado no seu peito.

Quotes - Laila Hallack

É libertador!

  • OUVIR MÚSICA BEM ALTA!

Se você não se sente confortável gritando por aí ou tem muitos vizinhos que podem se assustar com isso, vá para um lugar afastado. Se ainda assim não for possível, pegue o fone de ouvido e não, não coloque aquela playlist de meditação, mindfulness ou o escambau!

MusicRock? Axé? Samba? Qual o seu estilo prefeiro? A música pode nos transportar para a calma que precisamos (antes de dormir eu sempre coloco uma trilha relaxante), mas também pode nos dar a energia que nos falta para sacudir a poeira e encarar a vida. Vai na minha! Funciona.

  • COMER

Calma que eu não vou defender que a gente compense na geladeira todas as nossas questões mal resolvidas. Porém, contudo, todavia…dane-se a dieta ou todos os preceitos de uma alimentação saudável.

Pop Corn - Romina Ressia

Como eu curto encontrar trabalhos com o da artista Romina Ressia com suas releituras divertidas de pinturas renascentistas. Pinterest, te amo!

Numa tarde inquieta, em que eu não consigo lidar comigo mesma, só um balde de pipoca para me fazer voltar aos eixos. A pipoca deve ter sido inventada para os ansiosos, concordam? Mas vale comer o que for… desde que isso não se torne um hábito, ok?

  • REZAR

Tá que isso está entre os clichês que leio por aí, mas não tem coisa melhor para um ansioso do que conversar com Deus, com o Universo, com o que for que você acredite. E mesmo que não acredite em nada, tente rezar para o nada então. Sério, nos conectar verdadeiramente com algo além do nosso entendimento pode ser melhor do que qualquer remédio tarja preta ou vermelha….

  • AMAR

Órbitas

Só para completar o combo e fazer um trocadilho com o filme porque sou dessas. Queridos ansiosos que me leem agora: não nos afastemos de quem amamos. Lidar com a ansiedade é difícil, eu sei, mas também não é moleza para aqueles que se preocupam verdadeiramente com você. Tá numa bad? Deita no colo da mãe ou do pai, liga para um amigo, abrace forte o namorado… e nunca, nunca mesmo, pense que você está sozinho.

E você, o que faz numa crise de ansiedade que te ajuda? Conta pra mim, vai! Aqui a gente se entende.

MAIS POSTS SOBRE:

  1. Ricardo

    Olha… Às vezes, tenho meus picos no TAG. Mas com um calmante me segura um pouco, mesmo assim eu brigo com ela. Mas como falaram a cima… Vida que segue depois disso. Pensamentos são como ventos, vai e voltam. E não é por isso que vou deixar de viver alegre a vida que Deus me deu. Medo da mesmo, mas como tudo, ele passa depois. Borá ser feliz é confiar em Deus, mesmo que na hora do pico seja difícil de controlar, mas borá ser feliz quando tudo passa.
    Boa sorte a todos os que sofrem com o TAG ou Pânico. Deus abençoe e lhes dê força.

Deixe seu comentário!