15 de novembro de 2017

Todo celíaco é chato?!

Eu teria me sentido ofendida se a pergunta tivesse sido feita por outra pessoa. Por sorte, eu mesma fiz o questionamento depois de soltar mais uma das minhas chatices. Pedi que todos lavassem a mão depois de comerem o amendoim que tinha glúten. Rimos do meu aparente exagero, mas apesar do tom de brincadeira não desgrudei os olhos de cada um que estava à mesa. Afinal, iríamos dividir o peixe frito, preparado com todo esmero sob o meu rigoroso controle de qualidade. Servir um único item proibido para nós celíacos é capaz de tirar o sossego que nós nunca temos.

Em outras ocasiões, fui ainda mais chata. Já questionei, pedi embalagem, recusei, fiquei sem comer, revirei o lixo, pedi distância, “por favor, se for consumir esse sanduíche se importaria de se sentar mais pra lá?” e até gritei quando inocentemente um prato com glúten era transportado perto do meu sem glúten. Um mísero farelo de pão a quilômetros de mim pode me fazer surtar. Como sou chata! Será que todos são assim, me pego pensando quando lembro a reação de cada um diante das minhas exigências.

Ross Geller

É exaustivo conviver com a gente? Haja paciência para tudo isso? Como vocês conseguem? Se você acha que estou aqui para pedir desculpas e agradecer por terem aturado tamanha chatice, na ni na não!

Se evitar riscos e exigir que nos garantam a segurança necessária para nossa sobrevivência é ser chato, nós celíacos não só somos como deveríamos ser muito chatos. Pelo bem da nossa saúde, continuaremos sendo os exagerados, os frescos e o que mais quiserem dizer que somos.

Dwight Schrute - The Office

Na verdade, chato é quem insiste em nos colocar nessas situações e depois reclama da nossa postura. Chato é ter que viver em um mundo que ainda não respeita, aceita e atende pessoas com restrição alimentar. Chato é ingerir glúten por engano. Chato é não poder comer nada e assistir, de camarote, vocês devorando delícias que até ontem nós podíamos comer.

The Office

Chato é ter que se explicar o tempo todo e mesmo depois de dicursar sobre as consequências da ingestão do glúten continuar não sendo respeitada, aceita e atendida. Chato é ser tratada como um número, afinal, apenas 1% da população tem a sua doença, então não podemos nos dar a esse trabalho todo. Chato é ter a doença celíaca, eu sei, mas já que não tem jeito, que sejamos chatos nós também.

 

Na dúvida de como ilustrar o post, perguntei nas redes sociais: que personagem de série é chato pra você?! Ross (Friends), Dwight (The Office), Rory (Gilmore Girls), Piper Chapman (Orange is The New Black), Skyler (Breaking Bad)… foram muitos nomes. Concorda ou acrescentaria algum?!

MAIS POSTS SOBRE:

8 de fevereiro de 2017

Bolo de arroz sem glúten

Bolo de arroz sem glúten sem lactose

Ísis Valverde, Tiago Leifert, Ivete Sangalo (alguém confirma?!)… são muitos famosos celíacos por aí! Numa rápida busca acabo de descobrir que Stephen Hawking e Miley Cyrus também são. Verdade ou não, acho super bacana quando pessoas públicas falam da sua relação com a doença. Mais gente sabendo o que passamos, melhor para nós! Além de termos nascido na mesma cidade, a cantora Ana Carolina e eu temos mais em comum. E não, não é o vozeirão! Ela endossa o time de celebridades celíacas no Brasil. Tô falando tudo isso porque a receita que testei desta vez foi ensinada pela mãe dela no Mais Você. Simples, rápida e deliciosa! Vem aprender também.

Bolo da Semana

Bolo de arroz sem glúten

Ingredientes:

  • 2 xícaras de chá de arroz cru
  • 4 xícaras de chá de água
  •  1 xícara de chá de leite
  • ½ xícara de chá de açúcar
  • 1 xícara de chá de óleo
  • 4 ovos
  • 1 xícara de chá de coco ralado
  • 1 xícara de chá de queijo ralado
  • 1 colher de sopa de fermento em pó

Bolo de arroz sem glúten

Modo de preparo:

  • Deixe o arroz cru de molho em 4 xícaras de água de um dia para o outro. Eu confesso que na primeira vez que testei a receita não fiz isso e deu igualmente certo.
  • Escorra o arroz. Bata no liquidificador com o leite e vá adicionando o açúcar, o óleo e os ovos. Bata bastante! Tem que bater muito mesmo pro grão do arroz sumir.
  • Coloque o coco ralado e o queijo ralado e bata mais um pouquinho.
  • Acrescente o fermento delicadamente.
  • Coloque para assar no forno pré-aquecido. Em cerca de 35 minutos tá pronto!

Bolo de arroz

Bolo da Laila

Um pouco de coco ralado e uma florzinha para decorar. Lindo, não?! Fotos: Rômulo Krause.

MAIS POSTS SOBRE: